Sistema altamente complexo no plano matemático e técnico, o calendário perpétuo hebraico pode ser corretamente considerado como uma das maiores contribuições para a relojoaria mecânica moderna.

Calendário perpétuo hebraico QP e ciclo 19 anos

O calendário perpétuo hebraico do relógio Reference 57260 da Vacheron Constantin, que até hoje não havia sido transposto em mecânica relojoeira, é uma realização sem igual. Ele baseia seus cálculos no ciclo lunissolar metônico de 19 anos.
O astrônomo grego Meton, do quinto século antes da atual era, realizou esta observação: 19 anos solares somam quase exatamente 235 meses lunares. Assim, o ciclo metônico possui 12 anos simples, e 7 anos para os quais um mês suplementar é acrescentado para fazer coincidir o ano do calendário hebraico com o ano sideral. Esses ciclos permitem alcançar uma extrema precisão a longuíssimo prazo, necessitando mesmo assim da integração de sistemas compensatórios para permitir a sincronização com o calendário solar.

Número do dia hebraico

À esquerda da data hebraica, os números dos dias em hebreu exibidos em uma janela

Número do mês hebraico

À direita da data hebraica, os meses em hebreu exibidos em uma janela

Data hebraica

No calendário hebraico, temos meses lunares fixos de 29 ou 30 dias alternadamente. Os de Hechvan e Kislev podem contar 29 ou 30 dias, conforme o tipo do ano.

Calendário secular hebraico Século, década e ano hebraico Idade do ano hebraico (12 ou 13 meses)

Para preservar a concordância entre o ano de 12 meses lunares e o ano solar é necessário acrescentar um décimo terceiro mês (Adar I), chamado intercalar, sete vezes durante o ciclo de 19 anos.
No relógio Reference 57260, o engenhoso mecanismo realiza a integração informando precisamente se o ano em curso é de 12 meses (anos comuns) ou de 13 meses (anos embolísmicos), através de um indicador 12/13 com o ponteiro concêntrico ao totalizador dos minutos do cronógrafo às 9 horas.

Número áureo (19 anos)

O número áureo em astronomia é uma indicação dos 19 anos do ciclo metônico. A Vacheron Constantin apresenta uma complicação totalmente inédita integrando um sistema de calendário perpétuo hebraico, de extrema complexidade.
Com seu nome vindo de Meton, astrônomo de Atenas do quinto século antes da nossa era, o ciclo metônico de 19 anos é um múltiplo quase perfeito, entre um ano solar e um mês lunar.
Esses 19 anos, totalizando 6.940 dias, correspondem a cerca de 235 meses lunares. São apenas algumas horas de diferença entre os dois períodos (os 19 anos solares e os 235 meses sinódicos lunares). Podemos também utilizar o ciclo metônico para prever os eclipses ou calcular a data da Páscoa.
Como um ano representa 1/19 do ciclo de 6.940 dias, ele dura 365 + 1/4 + 1/76 dias, um pouco mais que os 12 meses lunares. No período dos 19 anos solares, para corrigir o atraso dos anos lunares, acrescentamos um 13° mês lunar sete vezes.

A versão de seu navegador está obsoleta e não permite desfrutar da experiência

Para visualizar este site, atualize seu navegador ou baixe um outro. Atualizar agora

×